En:
Dominguezia; Vol 27, No 1 (2011); 41-49
Editor:
Universidad de Buenos Aires. Facultad de Farmacia y Bioquímica. Museo de Farmacobotánica Juan A. Domínguez
Tipo de documento: 
info:eu-repo/semantics/article
Temas:
Etnofarmacobotânica; medicina popular; garrafada; Ethnopharmacobotany; folk medicine
Contenido: 
O presente estudo compreende a contextualização histórica da garrafada, fórmula medicinal preparada com componentes de origem vegetal, mineral e animal, complementada com elementos religiosos próprios dos sistemas de crença vigentes no Brasil. Preparado de uso comum entre aqueles que buscam na medicina popular, a solução para seus problemas de saúde física, mental e espiritual. Compreende, ainda, uma análise quanto à sua permanência no cenário médico popular, nas sociedades contemporâneas, face aos problemas com os quais se envolvem as Políticas Públicas de Saúde, em busca das melhores soluções para questões que envolvem a Saúde Coletiva. Este estudo resulta de longos anos de observação em campo, com aqueles que preparam as garrafadas em seus ambientes religiosos, assim como aqueles que as comercializam em mercados e feiras livres, pelo Brasil afora.
Identificador(es):
http://ojs.dominguezia.org/index.php/Dominguezia/article/view/2011%2027%281%29-4
ISSN 1669-6859
Derechos:
info:eu-repo/semantics/openAccess
Copyright (c) 2018 Dominguezia
Licencia de uso:
Licencia Creative Commons

Descargar texto: 122.oai

Cita bibliográfica:

Lemos de Arruda Camargo, Maria Thereza   A garrafada na medicina popular: uma revisão historiográfica  (info:eu-repo/semantics/article).  Dominguezia [consultado:  ] Disponible en el Repositorio Digital Institucional de la Universidad de Buenos Aires:  <http://ojs.dominguezia.org/index.php/Dominguezia/article/view/2011%2027%281%29-4>